07
Abr 13
Aos 21 anos, Joana Duarte tem tempo para si, para a família e para os amigos. O Brasil será, sem dúvida, um projecto aliciante e um motor de arranque para uma projecção maior na sua carreira.


Joana Duarte, de 25 anos, não podia estar mais satisfeita com a oportunidade de apresentar um programa na televisão por cabo. Sem projectos em representação, a actriz aceitou o desafio de apresentar um programa desportivo e garante estar a adorar a experiência. "É um trabalho com o qual me identifico e estou a gostar muito", revela.

A jovem não esconde que sente saudades de representar, mas garante que, em tempo de crise, "devemos ter humildade para fazer o que for preciso". Mesmo sabendo que "será difícil voltar à representação", Joana Duarte não cruza os braços e promete não desistir do sonho de ser actriz.

 

Fonte: Vidas


08
Set 12

10
Mai 12

Sem projectos em representação, Joana Duarte decidiu fazer testes para ser hospedeira de bordo na Fly Emirates. A actriz explica que não vai desistir da sua carreira, mas sente-se obrigada a procurar trabalho noutra área. Viver no Dubai é uma ideia que lhe agrada.

– É verdade que esteve a fazer testes para trabalhar como hospedeira de bordo numa companhia aérea?

– Sim, é verdade. Tenho uns amigos que se candidataram e eu achei que também devia aproveitar a oportunidade. É uma profissão com a qual me identifico, até porque adoro viajar.

– Isso significa que não tem projectos em televisão?

– Por acaso até vou fazer um trabalho, mas ainda não posso falar sobre ele. Nos tempos que correm, é importante termos várias opções. Na televisão há pouco trabalho, tenho de pensar noutras coisas.

– Quando é que sabe se foi escolhida?

– Ainda não sei…

– Porque é que escolheu a Fly Emirates?

– Tem boas condições e imagino-me a viver no Dubai, onde é a base.

– O que a encanta no Dubai?

– Não conheço, mas acho que me adaptaria facilmente à cultura.

– E está preparada para deixar a televisão de lado?

– Não é preciso deixar nada de parte, porque tudo será temporário. Mas não quero falar muito antes de se concretizar.

– Durante o Verão esteve à frente de um bar de praia. Pensa abrir um novo negócio?

– Não, não me agrada a ideia de abrir um negócio em Portugal neste momento.

– O que tem feito nos últimos tempos?

– Tenho estado a ter aulas de línguas e a fazer desporto. 

 

Fonte: Vidas


24
Jun 10

22
Set 09

08
Set 09

Desde os três anos que Joana Duarte se habituou a viver rodeada pelos focos e flashes das câmaras e máquinas fotográficas. Exactamente desde a altura em que a mãe, Olga Duarte, começou a trabalhar numa agência de modelos, onde ainda hoje se mantém, como headbooker. “Achei que ela poderia fazer alguns castings para anúncios de publicidade. E até aos 10/11 anos, a Joana fez bastantes trabalhos”, explica a mãe. De todos os castings que fez, Joana não se lembra de ter ficado nervosa alguma vez. A única ideia que não lhe agradava era o facto de ter de ficar sozinha no meio de pessoas que lhe eram totalmente desconhecidas. Por isso, era o pai, Manuel Duarte, quem fazia questão de a acompanhar sempre que possível, já que, na altura, era quem tinha maior disponibilidade de tempo.

O ano passado surgiu a oportunidade de Joana fazer um casting para a sitcom Uma Casa em Fanicos, de Nicolau Breyner. Como estava de férias, não tinha de faltar às aulas, e decidiu tentar a sua sorte. No espaço de uma semana foi seleccionada e estreou-se como actriz, com apenas 12 anos. Uma primeira experiência que lhe traz muito boas recordações e que lhe abriu caminho para novos trabalhos.

Hoje faz parte do elenco da série Todo o Tempo do Mundo, representando ao lado de actores como Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho. Passou a ser conhecida como a filha de Virgílio Castelo. “Os meus colegas da escola passaram a reconhecer-me e a fazer alguns comentários. Mas normalmente só o fazem quando não gostam de me ver representar determinada cena”, lamenta Joana.

Conciliar os estudos com as gravações não tem sido fácil, já que muitas vezes tem de faltar às aulas. Mas a mãe não se cansa de lhe lembrar que “o mais importante é estudar, se quer mais tarde chegar a algum lado”. Apesar da sua curta carreira de actriz ser já bem preenchida, o maior sonho de Joana é vir a ser manequim. “Tenho esta ideia há muito tempo, e o facto de ter representado com a Sofia Aparício incentivou-me ainda mais. Só não sei se virei a ter altura suficiente!”, revela Joana.

  

Fonte: Joana Duarte Fan Clube


14
Ago 09

Após o final das gravações da novela "Olhos nos Olhos", há mais de três meses, Joana Duarte fez as malas e rumou até ao Brasil. Uma aventura inesquecível que recorda com saudade e que neste regresso a Portugal fez questão de partilhar com SapoFama. É já com um sotaque carioca e muito "samba no pé" que a jovem de actriz de 22 anos reconhece o talento dos actores brasileiros, fala do "casting" que fez para a Globo e anuncia o seu próximo projecto na TVI.

Entrevista com Joana DuarteA Joana foi para o Brasil fazer o quê? Estudar? Descansar?
As duas coisas. Estive a fazer um curso de representação no Rio de Janeiro durante três meses e tive aulas com a Ângela Durans, que fez a direcção de actores de "Equador" (TVI), no Brasil. Ela é mesmo muito boa profissional. Mas estive de férias ao mesmo tempo.

O que aproveitou para fazer no Rio de Janeiro?
Muita praia! Fiz amigos e conheci imensas pessoas. Passeei por vários lugares, não só no Rio. Fui a São Paulo, assisti aos desfiles do São Paulo Fashion Week e do Fashion Rio e fui também a Búzios. Passeei bastante e visitei muita coisa.

Como é que pode definir essa experiência?
Foi uma loucura! Fui um bocadinho à toa, mas como não tinha trabalho na altura e estava de férias, aproveitei para fazer esta viagem. É sempre complicado, porque gastei muito dinheiro. Afinal não estava em casa, estava de férias noutro país e gastei imenso dinheiro em comida e em tudo e mais alguma coisa. Mas foi bom, pelo menos investi na formação. Não fui só de férias, também tive aulas e isso foi muito positivo.

Foi sozinha nesta aventura?
Sim, fui sozinha mas tinha uma amiga a viver lá com mais portuguesas. Vivi com elas durante estes três meses.

Teve o privilégio de conhecer algum famoso brasileiro?
Nas festas conheci muitas figuras das novelas e na praia também vi muita gente, mas nada de manter contacto com eles.

No Rio de Janeiro é fácil cruzarmo-nos com os famosos?
No Rio eu vivia no Leblon e o Shopping era mesmo em frente à minha casa. Por lá passavam muitos actores, até porque ali perto também existem muitos teatros. Era frequente encontrar gente conhecida.

Tem algum actor brasileiro favorito?
Há um actor que eu adoro, que é o Thiago Martins. Sou fã dele desde sempre. É mesmo muito bom actor. Ele vive na Favela do Vidigal e tem lá um grupo de teatro, mas infelizmente não consegui conhecê-lo. Mas hei-de voltar lá... (risos)

Fala-se muito da violência no Rio de Janeiro. Teve alguma má experiência?
Quando lá cheguei detestei aquela cidade. Tinha medo de andar na rua e andava sempre a olhar para trás. Graças a Deus, nunca me aconteceu nada. Nunca senti perigo e depois de me habituar a andar na cidade muito menos. As coisas acontecem todos os dias, só que não é à nossa porta.

Mas evitava andar com muita coisa? Praia só de chinelos e toalha?
Nunca, nada disso. Eu tenho um telemóvel topo de gama e andava com ele na mala todos os dias. Nunca me aconteceu nada. Eu também não andava sempre sozinha, muitas vezes as minhas amigas acompanhavam-me, mas nunca senti perigo.

Do que gostou mais no Rio de Janeiro?
A praia, mesmo ao pé de casa, e as pessoas. São todas muito queridas e calorosas. Há sempre muita festa e quando digo isto não é só de noite. Fazem a festa em todo o lado. Ir à praia é uma festa porque todos dançam, cantam e pulam. Em todo o lado é uma festa.

E por falar em dança, veio com o samba no pé?
Vim. Não muito samba, foi mais forró. "Samba no pé" é só para quem nasce lá. Não se aprende assim do nada. Mas eu também sou uma desajeitada. Vim com muitas boas recordações...

Durante a sua estada no Brasil fez algum contacto profissional?
Fiz um casting na Projac (Rede Globo) para a "Malhação". A minha agência, a L'Agence, abriu também no Rio de Janeiro e então fui chamada para o teste do novo elenco. Mas agora regressei a Portugal e tenho cá trabalho. Pode ser que para o ano vá para lá trabalhar

Entrevista com Joana Duarte E se for aceite, está pronta para um papel com sotaque carioca?
Lá, as pessoas diziam-me que tenho um sotaque muito bom e ar de carioca... (risos).

Mas não é estranho para si?
Não. Se falasse português de Portugal eles não entendiam. Por isso falava sempre com sotaque brasileiro. Tenho que falar como eles, porque os brasileiros acham que nós falamos muito rápido e não percebem. Acham que comemos o fim das palavras.

Agora de regresso a Portugal, onde vamos poder ver a Joana Duarte?
Vou fazer a próxima produção da TVI, mas não posso falar muito sobre isso. Posso dizer que é a novela "Fruto Proibido".

Já tinha saudades de Portugal?
Imensas! Tinha saudades de trabalhar, de estar no activo. Durante estes três meses no Brasil não deixei de ter a sensação de que estava de férias. Tinha saudades da minha família e de pegar no carro para ir onde quisesse.

Qual foi a primeira coisa que fez assim que chegou a Portugal?
Fui para casa dormir. Estava cheia de sono porque não dormi nada no avião... (risos).

E o reencontro com a família...
Foi muito bom, embora eu falasse todos os dias com eles através da internet. Hoje em dia é fácil estar perto das pessoas de quem gostamos.

E paixões no Brasil? Ficou por lá alguém especial?
Não. Não tive nenhuma paixão. Não gosto de falar disso porque um dia temos namorado, depois já não temos, falou-se disso e... ainda por cima eu, que não penso em casar-me assim tão cedo.

E em Portugal, há alguém de quem queira matar saudades rapidamente?
Sim. Os meus pais... (risos).

 

Fonte: Sapo Fama


16
Jun 09

«Sou muito física, muito carinhosa, mas acho que sou tímida. Sei que pareço atrevida, mas não sou»
Lux 19.Jan.2009

 

«Nunca sofri por amor, porque, se calhar, também ainda não tive nenhum grande amor»
Lux 19.Jan.2009

 

«Reconheço que , na minha idade, sou uma privilegiada, tenho um estilo de vida muito bom »
Lux 19.Jan.2009

 

«Quero ser reconhecida pelo meu trabalho e não porque o meu rabo apareceu numas revistas»
Lux 9.Jan.2009

 

«Apesar de ainda ser muito nova, já penso na velhice e nas rugas. Tenho muito medo da velhice»
in TV Guia, Setembro 2006

 

Fonte: Citacoes.ws


MENU
YOU TUBE

E-MAIL
Se tiveres coisas da Joana Duarte que queiras partilhar com outros fãs ou qualquer dúvida que tenhas podes comentar no blog ou enviar um e-mail para: BAD_GIRLSLOVE@HOTMAIL.COM
mais sobre mim
Informações do Blog
Nome: Joana Duarte Portugal Desde: 24 de Maio de 2008 Hospedagem: Blogs Sapo
GALERIA DE FOTOS
pesquisar