07
Abr 13

No passado dia 13/12 , às 22h18, a RTP1 emitiu o 2º episódio da mini-série "4", que tem ido para o ar às quintas-feiras à noite. Independentes entre si, mas ligados pelo tema comum “Portugal Hoje”, os filmes partem da seguinte premissa: quatro dos escritores mais representativos da nova geração aceitaram o desafio e escreveram livremente, cada um, uma história que representa a sua  visão de autor sobre o Portugal contemporâneo.  

Esta semana vemos o trabalho de Pedro Mexia, o filme “Bloqueio”. Nesta história,  Miguel, o protagonista, precisa de  outras oportunidades, de outras experiências, e por isso inventa uma  crise. Uma crise conjugal. Ele tem quarenta anos e um casamento estável, talvez não feliz, mas não em crise. Sente no entanto necessidade de  inventar uma crise, através de ciúmes infundados, apenas porque quer um  alibi para sair de casa, para variar, experimentar. 
 
Rita, a mulher de  Miguel, é fotógrafa ou arquiteta, sabemos que trabalha num projeto sobre as mudanças na cidade, e seguimos os seus trabalhos, que estudam uma  Lisboa que muda, que está portanto «em crise», como estão as cidades,  por definição. Ela compara fotografias da Lisboa antiga e moderna, como  podia comparar um antes e um depois na vida das pessoas, na vida de um  casal, por exemplo. Ela sente que o seu casamento não está bem, mas não  se trata certamente de uma crise, ela não quer nenhuma «oportunidade»,  exceto uma oportunidade para emendar o que está mal. Miguel, cujo  estatuto profissional é incerto, perde demasiado tempo com fantasias,  conjeturas, e por isso provoca uma rutura de que aliás se virá a  arrepender.  
O filme começa com um ataque de ciúmes, Miguel a  revistar a casa à procura de alguma prova da infidelidade de Rita. Esta  apanha-o em plena devassa, confronta-o, e percebe rapidamente que ele  anda à procura de um motivo, ainda que falso, de acabar o casamento,  invocando uma “crise” que o liberte. Miguel ainda nem pensou bem no que  está a fazer, quando se defende percebemos que agiu sem refletir, que  está inquieto, indeciso, nervoso. 
 
Filipe, amigo do casal e colega de Rita, incentiva Miguel a fugir à ideia de crise, explica que o mundo  atual está cheio de «oportunidades», e que não é preciso abdicar de uma  coisa para ter outra, há que aproveitar tudo o que está ao nosso  alcance. A «crise» na cabeça de Miguel é uma ideia antiga, trágica, e  Filipe sente-se mais à vontade numa conceção moderna do mundo, hedonista e lúdica. 
 
Explica ao amigo que a própria ideia de «fidelidade» pertence a um mundo que passou, e que entretanto Portugal viveu uma «revolução  sexual», que chegou muito tempo depois da revolução política, acabou a  tragédia, a nova geração encarna um mundo de possibilidades fáceis,  acessíveis. Filipe diz que Miguel deve aproveitar isso, e fala das novas mulheres portugueses, que segundo ele são sexualmente disponíveis e se  chamam todas Joana. Daí que os amigos conheçam duas raparigas novas,  aparentemente disponíveis, e que se chamam, efetivamente, Joana.
 
Entretanto, Rita refugia-se no seu trabalho para evitar as agruras conjugais. Mas a história da cidade, que ela documenta, é demasiado parecida com a  história das relações entre as pessoas, o que a assusta um pouco. E  também se assusta quando conhece um homem numa galeria de arte, e o  homem se convence de que ela se mostrou recetivo aos avanços dele. Ao  ser confrontada com a «crise», Rita pergunta-se se não estará, por seu  lado, a dar sinais de que está em crise.  
Entretanto, Miguel mete  conversa com uma rapariga que lhe bloqueou a saída do carro, uma  rapariga que também se chama Joana. Rita assiste à cena, que acaba com  Joana 3 a dar o número de telemóvel a Miguel, e fica convencida de que a crise é «real», de que há «outra mulher». Pior ainda, usa por engano  uma “pen” de Miguel e descobre uma fotografia de Joana 2, que Miguel  fotografou por graça. Rita decide que o casamento acabou, mas Miguel não percebe nada disto, e sai de casa para um encontro com Joana 3 num  parque de diversões.
 
Fonte: Fantastictvsite

01
Set 12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


16
Jun 09

O blog já tem uma Galeria de Fotos. A galeria já tem algumas imagens e aos poucos e poucos vai ficando mais preenchida. Não te esqueças de a visitar. Clica nas fotos e descobre a fantástica vida da Joana, que inclui muita praia, saidas nocturnas, bodyboard, saidas com amigos, muita diversão, mas também muito trabalho, entre novelas, desfiles de moda e sessões fotográficas. A Joana adora tirar fotos de todos os momentos da sua vida e é alguns desses momentos que podes encontrar na Galeria. Podes também encontrar fotos da sua infância e adolescência. Muitas fotos tem os url dos sites de origem e não temos qualquer objectivo de ferir qualquer direito autoral, caso não queiram ver alguma das vossas fotos na nossa Galeria, é só deixarem um comentário no nosso site, e será excluida. Espero que visitem a galeria e se tiverem fotos da Joana Duarte que queiram compartilhar é só enviarem para o e-mail do blog: BAD_GIRLSLOVE@HOTMAIL.COM

 

Acede já à galeria clicando nas imagens abaixo:

     

  

 

 

 

 

 

 

 


Não perguntei a idade a Joana Duarte porque não se deve fazer essa pergunta a uma mulher. Não lhe perguntei se tinha namorado porque é uma coisa muito pessoal e só a ela diz respeito. Não lhe perguntei que lingerie estaria a usar naquele dia, porque a Maxmen é uma revista séria. Mas aqui para nós, com excepção destas 3 perguntas, acho que lhe devo ter perguntado tudo. E sabem que mais? Ela respondeu.


Joana Duarte, Desde que fizeste a série, Quantas vezes é que ouviste a expressão 'toma lá morangos'?


Toma lá morangos não contei, mas posso te dizer que passei a ouvir muitas vezes ' queres bananas com marmelada?!'

Vais partilhar casa com a Joana Freitas. Já decidiram, qual de vocês irá às reuniões de condomínio?

As reuniões do condomínio são cá em casa, a Joana criou uma excelente relação de cordialidade com os vizinhos.

Podemos falar em relação aberta?

Podes. Adoramos relações abertas.

E vizinhos da frente, alguma coisa de jeito?

Nem por isso. Mas não perdemos a esperança.

Então e a Joana Freitas e o Ronaldo? Continuam com as sms? O Ronaldo usa escrita inteligente? Usa k's em vez de q's e c's?

Quem??? Ronaldo??? Não, esse não mora cá!

Sabemos que és controladora? Quer isto dizer que um homem não pode ter controlo sobre ti?

Pode... desde que só me bata uma vez por semana ( risos)

De facto, ainda bem que falaste nisso. Está a perder-se essa secular tradição da sova portuguesa, que é uma coisa tipicamente nossa. O que tens a dizer sobre isto?

Adoro. Adoro tradições


Há mulheres que hoje em dia já nem sequer levam uma verdadeira sova portuguesa quando o Benfica perde. Não achas isto triste?

Acho. O mal é dos cintos. O mal é dos cintos mas os de pele verdadeira, que estão em vias de extinção e são sem dúvidas os melhores. Uma boa sova com um cinto destes tem outra beleza. Que saudades. ( risos. muitos)

Alguma vez ouviste um 'Joana, não sei que se passou, foi a primeira vez que isto me aconteceu'?

Ainda hoje de manha a Joana disse-me isso. O despertador tocou e ela não ouviu.


Existem orgasmos múltiplos, ou é apenas uma invenção das mulheres para nós termos inveja?
Que fraquinho Alvim, nunca deste uns desses a uma mulher? aiaiai tens mesmo de vir cá a casa.

Espera lá, diz-me com sinceridade, neste momento, ao seres entrevistada por mim, sentes que o teu corpo está a reagir?

Completamente, não sei é se é de estar com a janela aberta ou de hoje estar um briol que não se aguenta.

Posso presumir que te estás a acariciar neste momento?

Não, porque estou a escrever no computador. Mas posso-te dizer que se o conseguisse fazer só com uma mão... éramos capazes de ter história...

Porque é que a última vez se esquece tão mais depressa que a primeira? Lembras-te do nome completo da tua primeira vez? E do nome completo da última?

A primeira já foi há muito tempo. A última não te posso dizer.

E que tal?

Tudo no sitio!!!

Há coisas fantásticas?

Oh, então não há!

É verdade que o melhor sexo oral que se pode fazer a uma mulher, é precisamente feito por outra mulher?

Tem dias.

E nos dias bons?

Não queres outra coisa!!!

 

Fonte: Espero Bem Que Não (Blog Oficial de Fernando Alvim)


»Adorava interpretar uma doida;
» Gostaria de interpretar seria uma cena de sexo com Catherine Zeta Jones;
» Tatoou no tornozelo uma frase para Francisco Adam;
» O que mais custou à Joana foi a morte de Francisco Adam;
» Gosta muito de ir à internet;
» Adora tirar fotos de todos os momentos, para os ter sempre guardados;
» Gosta de bikinis pequeninos e compra-os nos chineses, porque sao mais giros e baratos;
» Pratica bodyboard;
» Gosta de ver desenhos animados;
» Viveu durante 3 meses na Australia onde fez imensos amigos e praticou o seu inglês;
» É compradora compulsiva, mas anda a tentar melhorar;
» Morou em Caneças e é muito amiga da neta da sua ama;
» Namorou com o jovem Cifrão (ex-DZRT) e com Pedro Granger;
» Gostava de ser mãe mas nao para já, porque quer aproveitar a sua juventude;
» Vai viver para Leblon (Brasil) e tirar um curso de representaçao em Abril;
» É muito amiga de Joao Cajuda e eles andam sempre juntos, até nas novelas;
» Quando nao vai a festas deita-se cedo;
» Tem um ginásio e piscina em casa para manter o seu belo corpo em forma;
» Passou o verão de 2008 na companhia de Joana Freitas, com quem mora;
» É muito orgulhosa;
» O que menos gosta são pessoas antipáticas e arrogantes;
» Adora rir;
» Tem imensos amigos brasileiros, e sabe dançar o samba!

 

Fonte: www.juduarte.pt.vu

 


MENU
YOU TUBE

E-MAIL
Se tiveres coisas da Joana Duarte que queiras partilhar com outros fãs ou qualquer dúvida que tenhas podes comentar no blog ou enviar um e-mail para: BAD_GIRLSLOVE@HOTMAIL.COM
subscrever feeds
mais sobre mim
Informações do Blog
Nome: Joana Duarte Portugal Desde: 24 de Maio de 2008 Hospedagem: Blogs Sapo
GALERIA DE FOTOS
pesquisar